Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Um leve cheiro a ozono (primeira parte)

 

“A minha mulher enrolou-se com aquele tipo, mas foi estupidez, porque não passa de um zé-ninguém sem ter onde cair morto”, disse Maddox, com o olhar fixo no fundo do copo.
O empregado estava inclinado sobre o bar, as mãos estendidas, o pano sobre o ombro. Limitou-se a sussurrar ‘isso é aborrecido’ com a ponta da língua, e a inclinar a cabeça, ar cúmplice, como se compreendesse tudo demasiado bem.
“Pois é, Mac, ela explicou que eu já não lhe interessava muito, ‘engordaste como um porco’, disse ela, mas claro que é estupidez, e para mais o outro tipo é um brutamontes, um verdadeiro armário, nada de subtileza ou miolos. Não percebo o que é que ela viu naquele bronco...”
Maddox continuou a dissertar naquele exacto tom durante vários minutos. O empregado ouvia disciplinadamente, sem se mexer:
“Viver é uma chatice”, prosseguiu Maddox, “e as coisas não prometem melhorar. Vocês fazem todo o trabalho e nós não temos nada para fazer. O governo subsidia o nosso estilo de vida, como aliás lhe compete, porque nós é que votamos. Mas limitamo-nos a estar ali, a passar o tempo, percebes? Redundantes, mas dóceis. No fundo, devíamos trabalhar; mas, enfim, depois o que íamos nós fazer?”
“Isso é aborrecido” respondeu o empregado.
“É isso, Mac, é uma vida aborrecida”.
Maddox terminara a bebida, parecia satisfeito. Levantou-se, vagamente inebriado. Pagou e saiu. Um empregado bem simpático, pensou, bem inteligente, aquele Mac, para um robot. Pena aquele leve cheiro a ozono.

 

(...)

publicado por Luís Naves às 12:58

link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De ergela a 17 de Janeiro de 2009 às 19:17
Texto muito bonito, como sempre.

Convido-o a visitar o meu blog, o endereço é :anoitedolobo-ergela.blogspot.com e se quiser linkar,o Luís faça o favor.
Um abraço de amizade.
De Luís Naves a 18 de Janeiro de 2009 às 15:48
muito obrigado, ergela

Comentar post

.mais sobre nós

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Penúltima canção

. Cena de ciúmes

. Naquele tempo

. Nada e o mundo

. Na varanda das noites

. O seguro

. Aos domingos

. Onde os pássaros mordem

. Uma coisa estúpida

. London distance call

.arquivos

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds