Quinta-feira, 8 de Janeiro de 2009

Um caso passageiro (primeira parte)

 

 

A memória que mantinha dela transformara-se, a ponto de a princípio me parecer outra pessoa, uma estranha. Foi ela a reconhecer-me na rua. Chamou por mim, Lajos, quase gritou e olhei melhor na sua direcção, primeiro não a reconhecendo, embora fazendo os gestos apropriados de não me comprometer, de não agir como se fosse uma desconhecida.

E, de súbito, tudo se tornou claro. Teresa (chamemos-lhe assim) aproximara-se, mas suavizara o impulso de me encontrar, talvez desiludida com a minha reacção pouco entusiasta. Tentei disfarçar o embaraço, parecer alegre. E o que me saía era um pouco engasgado, apesar dela manter aquele mesmo sorriso arrebatador, sem sombra de ressentimento.

“Encontrar-te aqui é mesmo uma surpresa”, disse ela. E abraçou-me, espontaneamente.

Tinha engordado, naqueles doze anos.

 

Era uma tarde de Outono, a rua fria e eu tinha um compromisso e estava atrasado. Por nós, passavam pessoas também apressadas.

Queria perguntar-lhe o que lhe acontecera, porque se fora embora, o que fazia ali em Budapeste. Mas só consegui falar da mim, e mais uma vez ela parecia decepcionada. Quase o confessou:

“Sempre imaginei que ias ser escritor”, confessou Teresa, quando lhe contei, com pormenores enfadonhos, o que escrevia como crítico literário.

Corei, mudei de assunto. Foi a minha oportunidade para lhe perguntar o que fazia na vida, quando o que verdadeiramente queria era perguntar-lhe o que acontecera, porque razão se fora embora. Mas, em vez de responder à pergunta que eu lhe fizera, ela respondeu à pergunta que eu queria ter feito e que me estrangulava a garganta:

“Ah, meu querido. Sabes como é, as fronteiras estavam abertas e eu não aguentava mais a Hungria. Fui para Paris, casei com um francês”.

(continua)

publicado por Luís Naves às 12:55

link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Margarida Pereira a 10 de Janeiro de 2009 às 23:05
... Mrs.Muir is watching you...
De Luís Naves a 11 de Janeiro de 2009 às 17:01
welcome, mrs. muir
this is your home
De Margarida Pereira a 11 de Janeiro de 2009 às 19:08
Delighted to find you here..., but then again...where else?...

Comentar post

.mais sobre nós

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Penúltima canção

. Cena de ciúmes

. Naquele tempo

. Nada e o mundo

. Na varanda das noites

. O seguro

. Aos domingos

. Onde os pássaros mordem

. Uma coisa estúpida

. London distance call

.arquivos

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds